Foto de Lucas Caribé

Lucas Caribé

Sou paciente e ao mesmo exigente. Toco violão desde 12 anos de idade, gosto muito de tecnologia, já participei da final Sulamericana da Maratona de Programação e até tenho desenvolvido alguns aplicativos.

Agendamentos:
Manhãs, tardes
ou noites.

“A idéia de ser avaliado por provas nunca me agradou (…) gosto de aprender as coisas na prática!”

Lucas Caribé

como aprendi inglês

Gosto de aprender as coisas na prática. Quando quero aprender alguma coisa eu simplesmente começo a fazer e vou aprendendo, mesmo, é com o processo da execução, em si. É assim que gosto de fazer!

COM AMIGOS

Tenho muitos amigos estrangeiros que mantenho contato. Sempre aprendo coisas novas com eles.

COM JOGOS

Raramente os jogos vinham em português, então desde pequeno eu fui pesquisando e me interessando.

COM FILMES

Assisti muitos filmes e vídeos, também, com assuntos que eu gostava.

SUPERAÇÃO!

Na escola a matéria do inglês era a que eu mais gostava, no entanto eu não tirava boas notas por não aceitar muita coisa do sistema de ensino embora já soubesse bastante inglês, mas com o tempo me adaptei com algumas atividades como traduzir textos inteiros.
Hoje sou fluênte!

minha experiência na start

Muito interessante! Usar o método da Start me fez ver porque eu tinha conseguido aprender inglês. Despertei minha mente para novas formas de aprender o que ultrapassou muito a idéia de apenas falar mais uma língua.

É muito gratificante ver o aprendiz animado e curioso, querendo saber quais serão os próximos passos e as próximas atividades. Melhor ainda é ver a evolução do aprendiz e colher os frutos do nosso método. Há uma grande satisfação em poder ajudar outras pessoas a atingirem objetivos.

Sinto, também, um grande crescimento pessoal. Mesmo como treinador eu continuo aprendendo novas coisas, tanto relacionadas ao inglês quanto relacionadas ao método de ensino e aprendizagem.